Ângelo Felgueiras

Ângelo Felgueiras

 

A Groupama Seguros tem vindo desde 2007 a apoiar o projecto dos 7 SUMMITS de Ângelo Felgueiras que consiste em subir a montanha mais alta de cada um dos sete continentes. Assim, a Groupama já apoiou a subida ao Denali, no Alasca, e às Piramides de Carstensz na Indonésia.

 

Desde 1997, que o Comandante da TAP e alpinista amador se dedica nos seus tempos livres à conquista deste desafio. Até à data já alcançou 5 dos 7 cumes. 

 

A singularidade deste desafio desportivo reflecte-se no compromisso que Ângelo Felgueiras assume com algumas causas sociais:

2009

  • € 1 euro por cada metro escalado foi a primeira acção de solidariedade social desenvolvida por este alpinista na conquista das Pirâmides de Carstensz, com o apoio da Groupama Seguros.
  • Atribuiu-se a cada metro escalado o valor simbólico de € 1, para que todos os interessados pudessem contribuir para um projecto comunitário da Associação Cultural Moinho da Juventude no Bairro da Cova da Moura. O valor acumulado, foi de 6 099,00 euros, que reverteu na íntegra para aquela instituição – Biblioteca Infantil.
  • Posteriormente foram desenvolvidas outras acções com os jovens da Associação Moinho da Juventude, com a finalidade de os motivar e dos envolver no espírito desportivo.

2010

  • Em 2010, Ângelo Felgueiras propôs-se subir ao Topo do Evereste.
  • À semelhança das Pirâmides de Carstensz, a subida ao Evereste também contará com uma acção de solidariedade social, tendo em vista a venda de metros escalados que reverterá a favor da Escolinha de Rugby do ATL da Galiza para a compra de uma carrinha.
  • O ATL da Galiza é uma instituição sem fins lucrativos que actua junto de comunidades fragilizadas em especial as do Bairro do Fim do Mundo, em S. João do Estoril.
  • A Escolinha de Rugby da Galiza é um projecto criado há 3 anos no âmbito do ATL da Galiza e tem como principal objectivo proporcionar a 100 jogadores com idades compreendidas entre os 4 e os 15 anos a possibilidade de se integrarem através desta modalidade na comunidade alargada.
  • O ATL precisa muito de uma carrinha para apoio às várias actividades, designadamente a escola de rugby, já que as famílias dos atletas, não têm meios para os levar aos treinos e aos jogos.
  • Diariamente estes jovens treinam num campo de futebol de 5 em cimento e para treinar placagens e afins têm que o fazer na praia.
  • A 17 de Maio de 2010, pelas 7h12, Ângelo Felgueiras atingiu o Cume do Monte Evereste, a Montanha mais Alta do Mundo, com 8.848 metros. Foi a sexta conquista do Comandante da TAP, depois de se ter proposto escalar os “Seven Summits” – a Montanha mais alta de cada um dos Sete Continentes.
  • Esta foi, também, a penúltima etapa para concluir os “Seven Summits” - a Montanha mais alta de cada um dos Sete Continentes, ficando a faltar Vinson, com 4.892 metros, na Antárctica. Ângelo Felgueiras já atingiu com sucesso o cume das seguintes montanhas: Kilimanjaro (África), Aconcágua (América do Sul), Elbruz (Europa), Denali (América do Norte), Pirâmides de Carstensz (Oceânia).

2012

Vison, o último dos setes cumes

Desta vez o desafio, ao qual se juntaram novamente a GROUPAMA Seguros (parceiro desde 2007) e a Fundação EDP (vai contribuir com um euro por cada euro angariado), é apoiar o projecto Escolinha de Rugby da Damaia.

 

  • O Monte Vinson, com 4897 metros de altitude é o ponto mais alto de todo o Continente Antárctico. Situado no maciço com o mesmo nome (Maciço Vinson) faz parte da Cordilheira Ellworth, no extremo Sul da Península Antárctida.
  • O nome do Maciço de Vinson teve origem no nome do congressista americano Carl G. Vinson que persuadiu o governo dos Estados Unidos a promover uma expedição ao continente Antárctico. Com condições climatéricas extremas, a escalada do Vinson é um grande desafio.
  • A temperatura atinge frequentemente os 40ºC negativos podendo no entanto descer bastante devido aos fortes ventos.Em 1966, a expedição americana liderada por Nicholas B. Clinch e patrocinada pela National Geographic Society, National Science Foundation e American Alpine Club, levou a cabo a primeira ascensão do Vinson.A subida do cume antárctico pode levar entre 2 dias e dois meses, estando dependente da preparação física da equipa e das condições meteorológicas. 
  • A subida ao Vinson tem uma duração estimada de 15 dias. Inicia-se em Punta Arenas no Chile onde sai o voo de 5 horas para Patriot Hills na Antártica. De Patriot Hills voa-se para o Campo Base do Vinson a 2150m de altitude, no glaciar de Branscomb do lado ocidental das montanhas Ellsworth. Do Campo Base vê-se bem o cume do Vinson, bem como das montanhas vizinhas.

 

  • Sexta feita, 22:40h, 6 de Janeiro de 2012 - MISSÃO CUMPRIDA!

 

Poderá obter mais informação em www.angelofelgueiras.com

Enviar

Group@ma.net

Ângelo Felgueiras

Groupama é uma mútua de seguros, serviços bancários e financeiros, com uma distribuição multi-canal para servir os seus 16 milhões de clientes.